Bom dia, domingo, 21 de Julho de 2024
Casa do Ceará

Imprima




Ouça aqui o Hino do Estado do Ceará



Instituições Parceiras


































:: Jornal Ceará em Brasília


::Odontoclínica
Site Oficial da Casa do Ceará em Braslia

Projeto Fausto Nilo
A refundaao da Casa do Cear em Braslia

Assinado Convenio entre o Governo do Cear e a Casa para a implantaao do Projeto Fausto Nilo
(Jornal 203 - Maio)

      O presidente da Casa do Cear, Fernando Csar Mesquita, e a Secretria do Trabalho e Desenvolvimento Social, do Estado do Cear, Sra. Ftima Catunda Rocha Moreira de Andrade, assinaram o Convenio destinado a elaboraao do projeto arquitetnico da sede da Casa do Cear em Braslia pelo arquiteto Fausto Nilo, de acordo com o Plano de Trabalho que integra o convenio.

      Pelo convenio, a Casa do Cear se obriga a cumprir as metas indicadas no Cronograma de Execuao constante do Plano de Trabalho.

      A Secretaria transferir a Casa do Cear recursos financeiros no valor de R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais) repassados em uma parcela conforme estabelecido no Cronograma de Desembolso, constante do Plano de Trabalho.

      O convenio na clausula 5a. define as obrigaoes da Casa e da Secretaria.

      A Casa abriu uma conta bancaria especfica no Bradesco, devendo serem sacados para o pagamento das despesas previstas no Plano de Trabalho ou aplicaao no mercado financeiro. Esta aplicaao ser em caderneta de poupana de instituiao financeira oficial, sendo que os rendimentos serao obrigatoriamente aplicados no objeto do Convenio.

      O convenio estabelece ainda mecanismos de Prestaao de Contas, Controle e Fiscalizaao e vigencia at 31 de dezembro de 2009, podendo ser prorrogada.

      O convenio foi resultado de negociaoes empreendidas pelo presidente da Casa do Cear junto ao governador Cid Gomes, estatutariamente presidente de honra da Casa do Cear.

      Fernando Csar Mesquita agradeceu a determinaao do governador Cid Gomes e os empenhos da Secretria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Ftima Catunda, bem como do Chefe da Casa Civil, Arialdo Pinho, possibilitando a Casa do Cear, que completar 47 anos este ano, dar um novo e significativo passo para ser refundada e inserida no patrimnio cultural, arquitetnico, artstico, paisagstico e turstico de Braslia



Em nome da transparencia, Casa do Cear Detalhes legais, urbansticos, tcnicos e estratgicos do Projeto Fausto Nilo que marcar sua refundaao
(Jornal 202 - Abril)

      O presidente da Casa do Cear, Fernando Csar Mesquita, divulgou os detalhes do relatrio de anlise do uso potencial da gleba em face do programa pretendido e da legislaao vigente, com previsao de custos de servios tcnicos de projetos referentes a edifi caao da futura sede da Casa do Cear em Braslia, com base no projeto Fausto Nilo que signifi car a refundaao da Casa do Cear, que far 46 anos em 2009. A elaboraao do projeto ser custeada pelo governo do Estado do Cear, que disponibilizou R$ 500 mil.

      "Para que haja ampla transparencia de todo o processo, estamos divulgando todos os detalhes da proposta preliminar de Fausto Nilo, considerando como estimativas. Queremos que todos os cearenses de Braslia e do Cear saibam que estamos trabalhando a luz do dia e que tudo ser feito as claras. Primeiro, apresentamos a proposta da nova sede ,em seguida apresentaremos tambm os detalhes do processo de permuta ou venda da rea de 15.000m2,cujos recursos permitirao a sua construao. Em principio, optamos pela permuta com o comprador que executar o projeto Fausto Nilo".

      A futura edifi caao dever consolidar os espaos pretendidos em uma rea total construda de 16.725,00 m2, sendo 7.500,00 m2 como rea de subsolo usado como garagem (nao sendo computada, por esta razao, na taxa de construao). Os 9.225,00 m2 restantes serao destinados ao atendimento das demais funoes do programa, resumidas nos mbitos educacionais, religiosos, culturais, de sade, de reunioes, de entretenimento, de servios e de apoios.

      Normas legais aplicveis a gleba

      Localizaao urbana da gleba: Setor de Grandes reas, lotes G e F da Quadra 910 Norte. Obs: o projeto ser situado em rea desmembrada correspondente a 50% da rea integral da gleba, ou seja, 15.000,00m2.

      Usos permitidos: rgaos de administraao pblica; instituioes benefi centes, educacionais, culturais e religiosas; associaoes de classe, empresas de pesquisa cientfi ca, de computaao ou processamento de dados; centros de sade, postos de sade, ambulatrios, clnicas e unidades integradas de sade.

      rea do terreno (50% da gleba): 15.000,00 m'.

      Taxa de construao permitida (correspondente a 100% da rea do lote): 15.000,00 m2.

      Taxa de ocupaao mxima permitida: 40 % da rea do lote, ou seja; 6.000,00 mz.

      Taxa de pavimentaao + projeao da edifi caao nao deverao ultrapassar a 70% da rea do lote.

      Afastamentos mnimos obrigatrios: 20,00m para a divisa frontal e 5,00m para as demais divisas.

      Pavimentos permitidos e altura mxima: tres pavimentos (nao incluindo cobertura e subsolo optativos) com altura mxima para a edifi caao em 9.50m. A critrio do DLFO poder ser permitida a construao de torres com altura superior a 12,00m. Caixas d'gua e casas de maquinas poderao ultrapassar a altura mxima permitida.

      Taxa mxima de subsolo: 50% da rea do lote que quando usado como garagem e tendo suas rampas desenvolvidas dentro do limites de afastamentos nao ter sua rea computada na rea mxima de construao.

      Estacionamentos: dentro dos limites do lote com uma proporao mnima de uma vaga (25,00m2) por cada 100,00m2 de rea construda. Quando arborizado a rea de estacionamento ser computada como rea verde.

      Taxa mnima de rea verde: 30% da rea do lote.

      Condioes para a adoao de cobertura: 40% da rea total, desde que destinadas a reunioes, restaurantes, salas de exposioes, jardins e terraos; as paredes de vedaao a uma distncia de 2,5m dos limites da construao; a altura mxima de 3,00m acima do nvel estabelecido para a altura da edifi caao no setor; ser computada na rea mxima de construao.

      Residencia de zelador: mximo de 60,00 M2 de rea, incorporada a construao e computada na rea mxima de construao.

      Estratgia arquitetnica e urbanstica

      A taxa de ocupaao mxima de 5.675,00 (projeao da edifi caao) estar abaixo dos 40 % da rea do lote exigidos pela norma (6.000,00 m2).

      Afastamentos mnimos adotados- 20,00 m para a divisa frontal 5,00m para as demais divisas, conforme a norma.

      Pavimentos desenvolvidos: tres pavimentos (nao incluindo cobertura e subsolo optativos) com 9,50m de altura mxima para a edifi caao. Ser indispensvel construir uma torre para abrigar a caixa de cena do teatro/auditrio com altura aproximada de 20,00m que a critrio do DLFO poder ser autorizada, conforme disposto na legislaao.

      Anlise e sistematizaao do programa de atividades com respectivas destinaoes de reas e adequaao aos limites impostos pela legislaao vigente.

      Os variados componentes programticos da futura sede da Casa do Cear em Braslia, por suas prprias exigencias funcionais e pelos efeitos gerados par suas atividades, tendem a formar subsistemas de espaos que poderao ser dispostas em blocos, cujo empilhamento de pisos seguir, em parte, ao padrao relativo a tres pavimentos, quando o tipo de usurio e suas demandas de acessibilidade permitirem o uso de escadas ou elevadores.

      No "Plano de Massa" est confi gurada uma geometria para cumprir as obrigatoriedade de afastamentos, as taxas de utilizaao do espao, a silhueta da edifi caao e as prerrogativas de uso parcial do subsolo. Nesta hiptese apresentada o montante de rea programada poder ser distribudo entre as seguintes famlias de espaos construdos, confi guradas em blocos devidamente conectados por uma cadeia de espaos pblicos e complementarmente por passarelas elevadas:

      Bloco 1: Hall, Exposioes, Reunioes, Escritrios, Museu, Biblioteca, Restaurante. rea Construda: 2.475,00 m2 (3 pavt. E terrao)

      . Bloco 2:Teatro/auditrio para 800 espectadores com seus respectivos apoios, contando com acessos trreos, de forma distinta, para pblico, artistas e cargas. rea Construda: 1.250,00 m2.

      . Bloco 3: Cursos Profi ssionalizantes, Lnguas e Informtica

      rea Construda: 2.250,00 m2 distribuda em 3 pavimentos, conectados por escadas e elevadores.

      Bloco 4: Capela Ecumenica/Reunioes Comunitrias, situados em edifi caao trrea e acesso direto a partir da Praa de Convergencia. rea Construda: 300,00 m2

      Bloco 5: Comrcio/Bares/Caf/lanchonetes/Livra ria e outras conveniencias, distribudos sob a forma de um anel trreo e perifrico a Praa de Convergencia Central.

      rea Construda: 510,00 m'

      . Bloco 6: Servios de Apoio Gerais, situados em construoes trreas e eqidistantes da maioria dos blocos de atividades. rea Construda: 240,00 m2

      Bloco 7: Atendimento de Sade/Odontologia/Ambulatrios, Cuidados como Corpo, Quadra Esportiva e Piscina, construdos em reas trreas e pavimento superior, com conexao direta com a Praa.

      rea Construda: 1.300,00 m2

      . Bloco 8: Pousada de Idosos com respectivos apoios, construda em pavimento trreo com prolongamentos de espaos de natureza em situaoes de calma e tranqilidade. rea Construda: 900,00 m2

      Bloco 9: Subsolo com o uso de garagem e acesso a partir de rea dentro dos limites do lote.

      rea Construda: 7.500,00 m2

      rea Total Construda sem o Subsolo de Garagem: 9. 225,00 m2

      REA TOTAL CONSTRUDA (incl. o subsolo): 16.725,00 m2

      Custos estimados para a obra

      Considerando-se um padrao de custo unitrio mdio para a construao caracterizada esquematicamente neste "Plano de Massa", como sendo de R$ 1.500,00 por m2 (a ser obtido com soluoes criativas, racionalidade e simplicidade de acabamentos) e admitindo-se um valor de R$ 700,00 por m2 para as reas de garagem em subsolo, encontra- se o seguinte quadro de resultados relativos a custos preliminarmente estimados para a obra:

      Para os 9.225,00 m2 de reas construdas para abrigar as funoes principais: R$ 13.837,500,00 (treze milhoes, oitocentos e trinta e sete mil e quinhentos reais).

      . Para os 7.500,00 m2 de subsolo com o uso de garagem: R$5.250.000, 00 (cinco milhoes e duzentos e cinqenta mil reais).

      O custo total estimado seria de R$ 19,087.000,00(dezenove milhoes e oitenta e sete mil reais).

      Obs.: nao estao includos neste clculo os custos com mobilirio, mobilirio fi xo, mecnica cenica do teatro e equipamentos especiais. Estes valores s poderao ser quantifi cados aps a defi niao dos layouts defi nitivos e planejamento de interiores.

      Sobre projetos tcnicos complementares, custos e benefcios.

      Para confecao do projeto executivo completo, detalhado e especifi cado, ser indispensvel o concurso de um grupo de profi ssionais especializados, os quais terao suas tarefas coordenadas e compatibilizadas no projeto pelo arquiteto autor da obra. Estes profi ssionais serao contratados pela instituiao proprietria, diretamente, se assim lhe convier ou atravs da empresa arquitetnica em um contrato nico.

      Projetos complementares com propostas de custos de servios.

      Conforme descriao anterior, os custos aqui apresentados para as atividades tcnicas complementares a serem desempenhadas por escritrios especializados, foram defi nidos a partir das quantidades de rea previstas no presente "Plano de Massa" que acompanha em anexo, este relatrio. Para melhor coordenaao e qualidade do projeto com respeito a custos fi nais de construao e resultados de sistematizaao das aoes edifi catrias, faz-se necessrio celebrar os contratos de servios de forma conjunta viabilizando a harmonizaao dos cronogramas das atividades tcnicas, sob a liderana do projeto arquitetnico para produzir as trocas de soluoes nas fases adequadas do planejamento.

      Sao os seguintes os blocos de projetos complementares, cujas propostas tcnico -fi nanceiras das empresas responsveis seguem em anexo a este relatrio: a) Projetos de Estruturas de Concreto:

      Empresa: (a defi nir) Valor do Servio: R$ 35.000,00 (trinta e cinco mil reais).

      b) Projetos de Estruturas Metlicas: este valor s poder ser determinado a partir da etapa de Anteprojeto de Arquitetura.

      c) Projetos das Instalaoes Hidrulicas, Sanitrias, de Drenagem, guas Pluviais, Prevenao e Combate a Incendio, SPA, Gs liquefeito de Petrleo, (GLP), Lgica, Internet, Telefonia, Comunicaoes em Geral, eletricidade e Fora:

      Empresa: (a defi nir)

      Valor do Servio: R$ 45.000,00 (quarenta e cinco mil reais).

      d) Projeto de Climatizaao das Edifi caoes, Exaustao e Ventilaao.

      Empresa: (a defi nir)

      Valor do Servio: R$ 34.375,00 (trinta e quatro mil, trezentos e setenta e cinco reais).

      e) Projeto de Sonorizaao, Iluminaao, Acstica e Mecnica Cenica do Teatro para 800 espectadores.

      Empresa: (a defi nir)

      Valor do Servio: R$ 25.000,00 (vinte e cinco mil reais).

      f) Projeto de Paisagismo.

      Empresa: (a defi nir)

      Valor do Servio: R$ 9.800,00 (nove mil e oitocentos reais).

      g) Oramentos, Cadernos de encargos, Quantitativos, Memoriais e Cronogramas.

      Empresa: (a defi nir)

      Valor dos Servios: 16.300,00 (dezesseis mil e trezentos reais).

      CUSTO TOTAL DOS SERVIOS DE PLANEJAMENTO, CONSOLIDADOS EM NVEL DE PROJETO EXECUTIVO COMPLETO COM ESPECIFICAOES, DETALHES, MEMORIAIS E ORAMENTO: R$ 165.475,00 (cento e sessenta e cinco mil, quatrocentos e setenta e cinco reais).

      Observaoes finais.

      1) Algumas atividades tcnicas poderao ser contratadas com profi ssionais ou empresas de Braslia nao dependendo de coordenaao direta do escritrio Fausto Nilo Arquitetura. Sao as seguintes estas atividades:

      . Estudos Geotcnicos (sondagens para implantaao de estruturas de construoes, determinaao do nvel fretico e absorao do terreno, com quantidade de furos defi nida a partir de solicitaao tcnica do Engenheiro de Estruturas a ser contratado).

      *levantamento Topogrfi co plani-altimtrico com curvas a cada 1,00m e localizaao de rvores (posiao dos troncos e rea das copas).

      2) Os servios de Arquitetura de Interiores conjuntamente com os servios de Comunicaao Visual, podem ser contratados durante a execuao da obra, nao sendo indispensvel antecipar suas atividades especializadas.

      3) Os custos de honorrios profi ssionais da empresa Fausto Nilo Arquitetura, correspondentes ao Projeto Arquitetnico e Urbanstico completo e detalhado, nao estao includos neste somatrio de custos dos projetos complementares. Seus valores foram fi xados a partir de entendimentos j mantidos durante estes meses de trabalho de programaao. Vale salientar que estes custos, originariamente foram defi nidos no valor de R$ 280.000,00 (duzentos e oitenta mil reais) e em face das reduoes j oferecidas sobre o custo do Plano Mestre, passarao a perfazer R$ 250.000,00 (duzentos e cinqenta mil reais). Outra observaao oportuna a de que a rea e o valor da obra sobre os quais o custo original dos servios do Projeto Arquitetnica e Urbanstico foi calculado correspondiam a 10.000,00 m2 e R$ 15.000.000,00 respectivamente. Aps a presente anlise sobre uso e ocupaao da gleba estes nmeros foram alterados para 16.725,00 m2 e R$ 19.087.000,00. Mesmo considerando- se o acrscimo de rea e de conseqente valor da obra, que normalmente sao insumos para o incremento e atualizaao dos custos de projeto, conclumos por manter o valor previamente acordado.

      TCU fiscaliza recursos repassados a entidades fundirias

      O Tribunal de Contas da Uniao (TCU) realizou auditoria para apurar a regularidade dos repasses federais realizados a entidades ligadas a questao fundiria e identificou fragilidade na fi scalizaao dos convenios por parte dos repassadores. Foram examinados 109 convenios celebrados entre 1998 e 2004 por 15 unidades gestoras de recursos da Uniao, dentre elas ministrios, secretarias, autarquias e fundos. A auditoria resultou na instauraao de 40 processos de tomada de contas em dbitos da ordem de R$ 22 milhoes, sem contar a atualizaao monetria. J foram julgados 22 processos, nos quais, alm da imputaao do dbito, o TCU determinou o pagamento de R$ 443 mil em multas.

      Os objetivos dos convenios sao diversos, dentre eles, inclusao digital de pescadores artesanais, assistencia jurdica a trabalhadores rurais, formaao em educaao ambiental e programas de requalificaao profissional. Entre as irregularidades identificadas, destacam-se desvio de recursos por meio da celebraao de convenios com objetos que nao se coadunavam com os objetivos dos programas, e desvio de finalidade. Os problemas sao decorrentes, principalmente, de incompatibilidades entre o que foi efetivamente realizado e as especificaoes dos planos de trabalho dos convenios. Casos de inexecuoes, execuoes parciais e falta de comprovaao de execuao tambm foram identificados.



Casa do Cear deu entrada do projeto Fausto Nilo no GDF para analise preliminar
(Jornal 200 - Fevereiro)

      O diretor de Obras da Casa do Cear, Leimar Leitao de Assis, j deu entrada do anteprojeto do arquiteto Fausto Nilo na Administraao de Braslia para anlise preliminar pela equipe da administradora Ivanise Longhi.

      O escritrio do arquiteto, em Fortaleza, encaminhou toda a documentaao relativa ao anteprojeto para que sejam verificados os possveis desvios na proposta que deverao ser corrigidos.

      O engenheiro Egomar Dickel, Assessor de Engenharia da Casa, est acompanhando o andamento na Secao de Aprovaao de Projetos da Administraao de Braslia.

      Foram entregues a planta baixa dos quatro espaos do conjunto proposto por Fausto Nilo, cortes, fachadas, a planta de locaao, seja como o projeto est locado nos 15 mil metros de rea, inclusive os recuos e afastamentos e a planta de situaao, como o lote se situa dentro da cidade.

      O projeto Fausto Nilo compreende a construao de quatro blocos, com subsolo para garagem com capacidade de at 180 carros, dois pavimentos (trreo e 1o andar) corridos e um terceiro pavimento apenas no bloco 1 que ter um restaurante.

      O bloco 1 ter no trreo rea para exposioes, banquetes, seminrios, convenoes, biblioteca e museu No 1o andar, salas de administraao, auditrio, cursos e escritrios de multiusos.

      O bloco 2 ter no trreo, praa, playground, bar, choperia, fast food, artesanato, farmcia acesso ao teatro de 650 lugares, atelier, galeria de passagem, servios e apoio No 1o andar, salas para os cursos profissionalizantes

      O bloco 3, ter o teatro de 650 lugares, galeria de passagem, srvios e apoio,

      O bloco 4, ter no trreo, a Pousada dos Idosos No 1o andar, policlnica, odontoclnica, laboratrios.



Em reta final o convenio entre a Casa do Cear e o Governo do Cear para projeto Fausto Nilo
(Jornal 200 - Fevereiro)

    O presidente da Casa do Cear, Fernando Csar Mesquita, admitiu que at o final de abril ou mais tardar, em maio, ser assinado convenio entre a Casa do Cear em Braslia e o governo do Estado do Cear para o financiamento da elaboraao do projeto Fausto Nilo, como conseqencia da determinaao do governador Cid Gomes, tambm presidente de honra da Casa, expedida no final de 2008.

      Recordou que ele e o arquiteto Fausto Nilo. em dezembro, chegaram a ir ao encontro da Secretria do Trabalho e Desenvolvimento Social, Ftima Catunda Rocha Moreira de Andrade, em Beberibe, para um encontro, quando foram deslanchadas as providencias para o convenio. "Muita gente acha que uma operaao simples, mas nao , disse. O Governo do Cear tem seus compromissos dentro do Estado e foi preciso abrir espao para que pudesse intervir na Casa, em Braslia. Felizmente encontramos compreensao por parte dos tcnicos e dirigentes da Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social que souberam distinguir e identificar a dimensao da nova obra nao apenas para o Cear, mas para o Distrito Federal.

      Fernando Csar voltou a insistir que os recursos derivados do convenio, estimados em R$ 500 mil servirao para financiar a elaboraao de todo o projeto Fausto Nilo, com as especificaoes e detalhamentos necessrios, j que ser este que ser implantado em Braslia, devendo ser oferecido aos que se interessarem na permuta do terreno de 15 mil metros quadrados que ser concedido em troca para a construao da nova unidade.



Governo do Ceará decidiu apoiar implantaão do Projeto Fausto Nilo
(Jornal 199 - Janeiro)

      O governador Cid Gomes decidiu apoiar a implantaão do Projeto Fausto Nilo que significar a refundaão da Casa do Cear em Braslia e sua inclusão definitiva no Projeto Turstico de Braslia.

      Os entendimentos foram iniciados na 2a. Semana de dezembro, ainda na posse do ministro Ubiratan Aguiar, quando o presidente Fernando Csar Mesquita conversou com o governador Cid Gomes que solicitou que fosse de imediato a Fortaleza para oficializar as conversaões.

      Reunido com secretrios e assessores do Governador, Fernando Csar Mesquita, acompanhado do arquiteto e urbanista, Fausto Nilo, mostrou o projeto que tem caractersticas inovadoras, firmando compromisso que resultou na decisão do Governo do Cear de fazer parceria com a Casa.

      A forma da parceria e o seu valor, inicialmente estimada em R$ 500 mil, foram definidas. Os recursos serão suficientes para que a Casa tenha finalmente condi˜es de ordenar a elaboraão do projeto tcnico e todas as suas especifica˜es para que possa ser entregue a empresa vencedora da permuta da rea dos 15 mil quadrados autorizada pela assemblia geral da Casa pela implantaão do projeto.

      O governo do Cear, adiantando os recursos para o projeto bsico (infra-estrutura, fundaões, eltrica, hidrulica, instalaões, especificaão de materiais, urbanstico, paisagstico, arquitetnico), ter a contrapartida de dispor de dependencias para funcionamento de sua Representaão em Braslia, pelo prazo correspondente ao investimento que for feito.

      Parceria com a UNIFOR

      Fernando Csar Mesquita se reuniu, neste final de ano, em Fortaleza, com o Chanceler da Universidade de Fortaleza, Airton Queiroz, que prometeu envolver a UNIFOR nos projetos da Casa.

      Na oportunidade, fez uma apresentaão das mudanas que serão feitas com a implantaão do projeto da nova sede, de autoria do arquiteto Fausto Nilo.

      Na reunião, que contou com a presena do reitor e vice reitores da UNIFOR ficou acertado que, em fevereiro, ser firmado um convenio para que a universidade ajude a melhorar os cursos profissionalizantes da Casa do Cear que hoje j preparam centenas de jovens para o mercado.

      A Casa do Cear em Braslia disponibiliza, hoje em dia, cursos profissionalizantes Cabeleireiro, Corte e Costura, Culinria, Depilaão, Pintura em Tela e Tecido, Manicure e Pedicure, Renda de Bilro, Massagem esttica, Massagem terapeutica e Drenagem linftica. Alm disso, oferece cursos terceirizados de Espanhol, Frances, Ingles, Italiano, Operador de Micro I e II, e Yoga.

      Os diplomas dos cursos da Casa são uma garantia de emprego.

      Com a ajuda da Unifor, os professores serão preparados para desenvolver novos mtodos que vão aprimorar o ensino e garantir um aprendizado mais sistemtico e prximo das exigencias do mercado.

      A nova Casa do Cear

      A partir de fevereiro, o presidente da Casa dever agendar uma srie de encontros em Fortaleza para divulgar o projeto do arquiteto Fausto Nilo. O objetivo envolver os segmentos da sociedade cearense com a Casa do Cear que presta relevantes servios nas reas social, educacional e cultural.

      A diretoria trabalha para que a Casa, j na nova sede, possa expandir suas atividades, atraindo um maior nmero de cearenses e de brasilienses, residente em Braslia e no Entorno.

      Para este ano j estão programados vrios eventos que visam congregar a colnia dos Sem Cear e arrecadar novos recursos que garantirão a manutenão do asilo de velhos e do atendimento mdico-odontolgico, manutenão dos cursos e de outras atividades assistenciais e culturais.

      O primeiro grande evento do ano, dentro do Projeto Luis Assunão, ser o lanamento em Braslia do novo CD do tambm compositor e cantor Fausto Nilo.



Ousadia. Visâo de futuro. Refundada a Casa do Ceará. Projeto Fausto Nilo aprovado pela assemblia geral
(Jornal 197 - Novembro)

      Em 08.11, a assemblia geral da Casa do Ceará em Braslia, nos termos de seus estatutos, aprovou a refundaão da Casa do Ceará, de acordo com parecer do Diretor Jurdico da Casa, João Rodrigues Neto, em 27.02.1008, relatrio de um Grupo de Trabalho, criado pelo presidente Fernando Csar Mesquita, em 19.03.2008, e parecer do Conselho Fiscal, de 27.06.2008. A proposta considera a possibilidade de alienaão, venda ou permuta de um dos dois lotes de 15.000 m2 da Casa, mdulo F, mediante processo de licitaão pblica, com total transparencia, a quem construir no outro lote, de 15.000m2, uma nova Casa do Ceará de acordo com um projeto elaborado pelo poeta, compositor cantor e arquiteto e urbanista Fausto Nilo (Quixeramobim). Todas as edificaões atual da Casa ocupam 6.000 m2.

       "Nossas instalaões são precárias, não temos condiões de nos manter, de crescer, de atender nossos compromissos estatutários", disse Fernando Csar Mesquita. "Temos que fazer um "up grade", de dar um salto para o futuro e nos recolocar na condião de prestarmos servios de qualidade a comunidade dos cearenses, dos nordestinos e dos brasileiros residentes em Braslia. Nas condiões em que estamos at que fomos muito longe, pois foi preservado o patrimnio da Casa. Ou mudamos ou vamos nos destruir. Com a proposta do Projeto Fausto Nilo desembarcaremos no futuro. Propomos uma operaão casada: em troca de um parcelamento do nosso terrenos teremos uma nova Casa do Ceará, em dois tres anos.Mas nada será feito de afogadilho, vamos ver o quadro econmico financeiro do pas e considerar como se desdobrarão o que se anuncia para a nossa vizinhana como o Parque Burlemarx e a Cidade Noroeste".

      O diretor de Obras da Casa do Ceara, Leimar Leitão de Assis assinalou que "A Casa do Ceará sempre viveu com o pires na mão. O projeto do empreendedor Fausto Nilo nos dará uma Casa auto-sustentável, com capacidade de gerar receitas e nos transformar em captadores de recursos . O projeto valoriza a assistencia e a proteão social, educaão, sade, cultura, turismo, lazer. O nosso terreno foi inicialmente avaliado em R$ 18,0 milhões mas poderá chegar a R$ 25 milhões. Elaboraremos agora um edital criamos uma comissão julgadora de alto nvel, distribuiremos nossa proposta aos sete pretendentes que nos procuraram e a todos os outros que se interessarem, pois queremos uma operaão casada e aquele que nos der uma nova Casa, como definiu Fausto Nilo, e vantagens adicionais poderá fechar o contrato conosco";

      Fausto Nilo recordou que morou em Braslia dois anos recordou que anos atrás fora procurado por d. Maria Calmon Porto com o mesmo propsito. Afirmou que vibrou com a proposta de Fernando Csar Mesquita pois gosta de trabalhar em projetos de uso pblico, como o caso do Centro Cultural Dragão do Mar, de Fortaleza, hoje um cone do Ceará e do Nordeste. Destacou no conceito do projeto a busca de resultados e benefcios para a Casa do Ceará, integrando os amplos espaos com idosos, jovens, crianas, homens, mulheres, com acessibilidade para portadores de deficiencias. O projeto considerou todas as normas urbansticas e paisagsticas de Braslia e guarda harmonia com o partido da Cidade que patrimnio cultural da humanidade.

      O projeto Fausto Nilo compreende a construão de quatro blocos, com subsolo para garagem com capacidade de at 180 carros, dois pavimentos (trreo e 1o andar) corridos e um terceiro pavimento apenas no bloco 1 que terá um restaurante.

      O bloco 1 terá no trreo área para exposiões, banquetes, seminários, convenões, biblioteca e museu

      No 1o andar, salas de administraão, auditrio, cursos e escritrios de multiusos.

      O bloco 2 terá no trreo, praa, playground, bar, choperia, fast food, artesanato, farmácia acesso ao teatro de 650 lugares,atelier, galeria de passagem, servios e apoio

      No 1o andar, salas para os cursos profissionalizantes

      O bloco 3, terá o teatro de 650 lugares, galeria de passagem, srvios e apoio,

      O bloco 4, terá no trreo , a Pousada dos Idosos

      No 1o andar, policlnica, odontoclnica, , laboratrios.

      Assemblia

      A assemblia geral, na forma dos estatutos, foi presidida pelo associado OsmarAlves de Melo (Iguatu) que convidou os presentes a ver a apresentaão da proposta do arquiteto e urbanista Fausto Nilo que mostrou o estudo de viabilidade arquitetnica, a 1a. etapa da proposta a ser finalizada. A apresentaão foi convincente. O ex-presidente Jos Jezer de Oliveira (Crato) afirmou que mudou de idia depois de conhecer a proposta de Fausto Nilo, o mesmo declarando Carlos Ananias ( Assar) . Nasion Alves de Melo (Fortaleza), Jos e Jos Colombo Filho (Fortaleza) manifestaram entusiasmo, .

      A assemblia geral que homologou a proposta estava assim composta: Fernando Csar Mesquita (Fortaleza), Luis Gonzaga de Assis (Limoeiro do Norte), Nasion de Melo Ferreira (Fortaleza), Jos Sampaio de Lacerda Jr. (Fortaleza), JB Serra e Gurgel (Acopiara), Regina Stela (Fortaleza), Leimar Leitão de Assis (Fortaleza), Wanderley Girão (Fortaleza), Maria de Jesus Martins Monteiro (Boa Viagem), Jos Carlos de Carvalho (Itapipoca), Evandro Pedro Pinto (Fortaleza) Jos Colombo Filho (Fortaleza), Jos Ademir Holanda (Baixio), Jos Jezer de Oliveira (Crato), Carlos Ananias Barbosa (Assar), João Vicente Feijão Neto (Fortaleza), Inácio de Almeida (Baturit), Osmar Alves de Melo (Iguatu), Raimundo Nonato Viana (Munda), Jos Ulisses Fontenele Figueira (Viosa do Ceará), Jos Amaro Neto (Fortaleza), Jos Vieira Alves (Cratus), Ceclia Leite Oliveira (Fortaleza) , Ari Cunha (Mondubim), Algecira Castro do Amaral (Araxá/ MG), Danya Maria Santiago Lustosa (Fortaleza).

      Servio - Leia mais sobre a proposta de Fausto Nilo nas ediões 186, dezembro de 2007, e 187, de jneiro de 2008).



SGAN Quadra 910 Conjunto F Asa Norte | Brasília-DF | CEP 70.790-100 | Fone: 3533-3800 | Whatsapp 61 995643484
E-mail: casadoceara@casadoceara.org.br
- Copyright@ - 2006/2007 - CASA DO CEARÁ EM BRASÍLIA -